sexta-feira, maio 05, 2006

Somente por amor... voltei a acreditar que pode ser possível


"Ah, se eu pudesse vos contar
as voltas que a vida dá
para que a gente possa encontrar
um grande amor
como se pudessemos contar
todas as estrelas do céu
os grãos de areia desse mar
ainda assim,
pobre coração, o dos apaixonados
que cruzam o deserto
em busca de um óasis em flôr
arriscando tudo por uma miragem
pois sabem que há uma fonte oculta nas areias
bem aventurados,
os que dela bebem
o que para sempre
serão consulados
somente por amor
a gente põe a mão
no fogo da paixão
e deixa-se queimar
somente por amor
movemos terra e céus
rasgando sete véus
saltamos do abismo,
sem olhar para trás
somente por amor
e a vida se refaz...
e a morte não é mais
para nós"

quinta-feira, março 16, 2006

Tanta amargura no meu coração

Sinto o meu coração amargo!
Nada me faz aquecer e despertar o coração.

Coração que não sente, não sofre
Mas tornou-me apagada de sonhos,
Nada me faz despertar um começo no amor
Nada me faz acreditar que poderá ser

Coração congelado, sim congelado, porque tenho muito dentro dele.

Centrada em mim mesma, como se eu fosse um refugio a mim mesma.
Nada de fora entra. Nada do que é dito é sentido como se tratasse de alguma verdade. Porque as verdades mudam, e o meu coração não gosta de ver as verdades a mudarem.Por isso o melhor é não acreditar, não sonhar, não ter ilusões, nem fazer interpretações. Não esperar que seja feito, dito, mostrado, sentido, o que o filme que eu realizei um dia tinha como guião.

a nossa cabeça faz filmes tão bonitos, coloca as personagens com papeis feitos por nós, e depois não encontramos os actores que correspondem.Enganam-se sempre, às vezes em cenas bastantes importantes. Não dizem as deixas tal e qual como eu, realizadora do filme, imaginei, não têm os comportamentos adequadas à personagem que criei.
É melhor não fazer filmes, para não precisar de ter que perceber. Eu não quero perceber ninguém, nem me perceber a mim própria, só ando a deixar fluir o meu corpo e alma . Se alguém tem de fazer fimes, que faça e que me tente compreender.
Eu estou aqui, só eu, sem nada que entre no meu coração. Para quê deixar entrar?
Alguém que tente me dar um gesto, de me dizer ou querer dizer alguma coisa, de me oferecer algo, de mostrar que me ama... vai receber um vazio da minha parte, sinais...não tento perceber...

Tanta coisa à minha volta me faz reforçar o que sinto, bolas!!!!

Mas espero que mude, porque tenho um coração sensivel, româtico, cheio de amor para dar e adoro SENTIR quando recebo AMOR!

Espero que alguém me derreta o gelo e me faça acreditar no amor, que me faça amar e ser amada para a vida toda! Sim é mesmo para a vida toda que eu quero. Não quero brincar com os sentimentos, não quero dúvidas.
Quero um amor como o da lagoa azul, descobrir a essência de cada um, sentido-a completamente, entregando-me corpo e alma, sem meio envolvente a pertubar. Naturalmente, com a própria natureza de cada um a unir-se, juntar-se na alma, como se de uma dança envolvente se tratasse, onde os corpos se encaixassem deliciosamente, facilmente provocando uma explosão iluminada transformando-se num novo Todo. O movimento envolve duas partes que unidas se complementam e vivem em harmonia, paixão e respeito - Magic!

O planeta terra foi formada em duas partes, a terra e o mar. Um sem o outro não vive, mas tem autonomia própria. E era impensável que alguma destas partes desaparecesse.


Mas não gosto de terminar sem ser positiva perante a vida, o importante é que eu estou viva, bonita, saudável, com trinta e três anos e só com o coração congelado, mas tenho-o, é só deixar derreter (embora que hoje seja dificil haver o calor necessário para o derreter).

E com a ajuda de Fernando Pessoa termino com um poema dele:


Ser feliz
"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..." Fernando Pessoa
Quero acreditar que seja só uma crise, a dos 33 anos...

quinta-feira, fevereiro 23, 2006


Jan.2001-Fev.2006

Adeus Sop.!

Estes anos foram vividos intensamente. Relação Amor/Ódio!

Tantas vezes senti raiva, tantas vezes senti-a como fosse minha. O empenho que dediquei, abdicando da minha própria vida. Muitos fins-de-semanas lá enfiada sem ver a luz do dia, tantas noites, que em vez de estar em minha casa, a namorar, a ler, a sair com os amigos, a viajar, etc. estava lá!

Fiz com a minha consciência da altura. Pensava que valia a pena.Sabia bem conseguir os impossíveis.

Encontrei amigas(os), encontrei brigas, encontrei o sentido da palavra de Seita.
Briguei, gritei , para quê?!

Mas também me ri muito..., muito mesmo.

Mas encontrei mais tarde um refúgio que me apoiou durante a minha fase mais dificil. Ela estava lá - Sop. maravilha, com todos os elementos ao pé de mim.

voltei para um projecto delicioso! conheci pessoas fantáticas, percorri Portugal, abri-me, expandi-me. Foi uma Rentreé ideal!

Acabei a minha parte do projecto, e tudo começou a inclinar-se para este fim.

Eu no fundo já sabia, mas custa deixar, custa desapegar , custa pensar que o meu dia-a-dia vai deixar de passar por lá, mesmo sendo por menos vezes. Vou deixar de pertencer. - Coisas de Seitas!!!!!!! O mundo gira e gira volta de uma forma de se trabalhar, dá-se tudo por ela.

Mas acabou!!!! e eu agora vou descansar...esquecer, desligar e começar, sim começar coisas novas. ACABOU, FIM!

quarta-feira, fevereiro 22, 2006

Amor

Olha para dentro de ti. Sente o teu coração. Como está?: encolhido, fechado, demasiado aberto, dorido...
Aceita-o como estiver e abraça-te, perdoando todas aquelas culpas ou erros que tu próprio te inculcaste ou deixaste que outras pessoas o fizessem.Começa a respirar fundo deixando o teu coração sem temor nem nehum tipo de dor.
Dá-lhe autorização para caminhar sem medo, diz-lhe que és maravilhoso, que fazes tudo muito bem. Diz-lhe que o processo da vida é correcto e sábio trazendo-te em cada momento aquilo que precisas. Dedica muito mais atenção a ti próprio e aprende a querer-te tal como tu decidiste ser. Pouco a pouco entrarás num mundo de paz interior, de calma e harmonia.

Só tens de fechar os olhos e começar a deslizar dentro do teu coração, e aí sentir o verbo amar: Amar, Amo, Amando, Amado, Amante...realmente é um verbo completo, especial e totalmente necessário. É o motor de tudo, para que tudo faça sentido.

Não duvides em amar-te muito, tanto como para compreender que és o protagonista do teu filma, não te conformes com papéis secundários e aceita os papéis que te correspondem.
amar-se é áceitar-se;a amar-se é não julgar nem castigar-se; amar-se é sentir a união com o teu Anjo e compreender que tudo está bem, que o Universo te põe na frente tudo aquilo que necessitas em cada situação para que através dela possas crescer. Amar-se é respeitar-te e para isso é preciso conhecer-se, saber quem és, o que desejas, o que pensas...Amar-se é observar-se com ternura e dizer rudo aquilo que ninguém te disse ou que não soubeste ouvir quando to diziam. Amar-se é olhar-se por fora e por dentro como o presente mais esperado ou a pessoa mais querida.

Quando a mensagem do Amor chega a ti, observa se verdadeiramente te amas; se não o fazes "chegou o momento de comerçares e premiar-te". Premeia-te com pequenos detalhes: uma flor, um livro, um telefonema a um amigo, uma ida ao cinema. Quem aprende a amar-se, aprende a amar tudo, e a amar os outros.

segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Molda-te a ti própria(o)



Foto de Pedro Envangelista

Equilibrio Emocional

Todas as modalidades, como o yoga, reiki, budismo, etc., tem um denominador comum - O Bem estar, o equilibrio do corpo e da mente. Cada grupo defende a sua filosofia, mas todas querem o mesmo objectivo.
Conhecer o nosso Eu interior, aquele que só nós próprios temos acesso, como um código secreto que só nós temos a chave e o que acontece é,quase sempre, perdemos essa chave de acesso, e por isso andamos perdidos. Muitas vezes procuramos outras chavesa, ou andamos atrás de quem nem sequer conhece a própria chave.
Andamos atrás de ideias, da opinião, quando essas pessoas nem sequer sabem o que dizem.
Porque elas também andam atrás de outras e outras.
É até podiamos construir uma rede imensa de todos atrás de todos, sem ninguém saber se se estar a tomar a direcção certa.
Porquê não se trabalha e interessarmo-nos pela Nossa Chave de Acesso. Aquela que nos vai dar ao maravilhoso mundo, um novo mundo, visto só da nossa maneira.
Podiamos tentar decifrar, com todo o empenho e curiosidade, da mesma forma que fazemos quando lemos um livro,, que nos tira o sono para chegarmos ao fim. As personagens tomam vida própria e há um mistério para desvendar. Encontrar o desfecho da história.
Encontramos as soluções dos problemas matemáticos, as palavras cruzadas, etc. - E que tal encontrar a Nossa Chave de Acesso - Conhecermo-nos, sormos capazes de brincar conosco próprios, rir de nós mesmos, divertirmo-nos, gostarmos da nossa própria presença, saber viver só, mesmo rodeado de pessoas - Nós somos o(a) nosso(a) melhor amigo(a). Falarmos com o nosso Eu , e questionarmo-nos o nosso pensamento e ideias, sem espaços de intervalo que nos sujeitem a limitações.
Por ex., num debate em televisão, onde as pessoas são expostas ao exterior, o que se vê, são pessoas que imitam gestos, comportamentos, linguagem, posições, de outros. Estes comportamentos tem decadas, como se fosse imposição, como se assim é que que se deve comportar. Veêm-se poucos comportamentos inovadores, que demostrem autenticidade, valores próprios - Eu própria de Chave de Acesso na mão.
Embora seja dificil, nesta sociedade, também é divertido. É preciso deixar de termos que ganhar a postura ideal aos olhos dos outros - SEJAMOS INOVADORES - temos de ganhar o nosso próprio espaço - A NOSSA ATITUDE. Para mim o futuro vai-nos levar a esta forma de estar. Quem assim for é que ganha carisma. Não é quando se ganha o carisma é que se pode ter atitudes naturais.
Vamos utilizar as palavras em voga de Inovação e Diferenciação em nós próprios. Não esquecendo que estamos num intervalo da consciência, que com esta atitude façamos mal aos outros. É preciso é semos nós próprios, elementos da natureza mãe, inseridos num universo. Ocupamos um espaço especial e nele somos um Ser importante, pelo menos para nós próprios. Depois de alcançar este estado, estamos tao bem, que o amor não passará pela necessidade mas pela Forma.
Mas é preciso não esquecer que a forma tem de ser compreendida pelo outro e temos sempre de saber, dar e agradar e viceversa - Vivermos primeiro para nós e olharmos para o outro com amor, amizade, compreensão, e garantir que o meu bem, vai dar o bem ao outro e ainda dar mais um pouco de nós ao outro , de acordo com a necessidade do outro.
Cada pessoa é um conjunto e quando se junta 2 conjuntos parcialmente, ficamos com uma parte de intersecção que unidos nessa parte, deixando uma parte isolada de cada um, e vivendo em harmonia , conseguimos gozar o que a vida tem de melhor para nos dar.

domingo, fevereiro 19, 2006

O que o universo me oferece...

Todos os dias me aparece coisa novas..., caminhos diferentes e interessantes, com muitas contrariedades, com coisas boas e más.

Eu quero encontrar a perfeição, a plenitude! Pode ser utopico, mas eu quero. Por isso baralho tudo, sem pressas! Espero baralhando as cartas da vida e deixo-me estar a baralhar.
Às vezes encontro uma carta nova e junto-a ao baralho que tenho. Sem pressas... Eu sei que no momento certo, começo a colocar as cartas na mesa e escuto a voz da mensagem. Agora só quero baralhar as cartas, não quero decidir nada.

Só espero que tenha, até lá, todas as cartas que necessito para continuar o meu caminho... nesto momento estou parada, a tentar encontrar dentro de mim tudo que tenho, a modificar coisas que estavam danificadas e apagar coisas, que por algum motivo, as interiorizei e estiveram durante bastante tempo dentro de mim, a fazer distorção do meu EU !

As minhas experiências avivaram tudo, e alertaram-me para me questionar quem realmente eu sou, o que eu quero para mim, o que posso permitir que me façam, o que é compreensão, submissão, tolerância, verdade, amizade, agressividade, egoismo, frontalidade,etc. e o famoso amor, que é a base para tudo.

As relações entre as pessoas deviam ser despidas de tudo, deviamos vêr sempre tudo, não deviamos precisar de duvidar. seriamos só a parte da natureza que temos, mais nada!

De certeza que baralhar as cartas seria mais fácil, demoraria menos tempo e assim viveria com mais VERDADE!

É a palavra pela qual eu mais luto! VERDADE

Para mim devia existir sempre a VERDADE em tudo!

E o pior é que quanto mais a procuro menos sei, e enquanto a procuro, baralho e baralho e não paro de baralhar. vivo a baralhar, paradinha, à espera que o UNIVERSO, que é a minha casa, me faça a encontrar, para parar um bocadinho, e acreditar, nem que seja durante um tempo, que ela existe!

Não paro, vivo com intensidade, aberta para incluir bastantes cartas, disfrutotando do prazer da vida! Não caio na depressão, até pelo contrário, quero estar bem acordada, activa. É por estar assim que me aparecem coisas giras e sinto o prazer de estar viva e ser MULHER!

Será que o meu mal é a minha imaginação, aquela que acredita que se eu ainda estou neste mundo, é porque vou encontrar tudo o que procuro?

Como dizia Arturo Graf:
"A melhor amiga e a pior amiga do homem é a fantasia."

terça-feira, fevereiro 14, 2006

A linguagem do Abraço

...E todos os que se abraçam sob o céu
vêem o brilho das estrelas
irrandiando a sua protecção
sobre os amantes verdadeiramente apaixonados.

O abraço entre o HOMEM e a MULHER,
esse abraço tem um nome,
o seu nome é amor.

Há abraços tão LONGOS
que conseguem alcançar os céus
e abraços que nos percorrem dos pés à cabeça.
Em certos abraços as mãos ficam inquietas.
Há abraços feitos de sorrisos e de risos
e um abraço que conforta e vence a solidão.
E há abraços de alegria
e também abraços onde receamos
a hora em que teremos de nos separar.

O abraço que vem de MUITO LONGE NO TEMPO,
repleto de saudades,
mergulha no nosso coração
e jamais o esqueceremos.

A linguagem dos abraços
não contém quaisquer palavras,
nem é vazia de sentido.
Acima de tudo, o que desejamos nela,

é que o nosso abraço seja eterno e infinito.


"Michal Snunit"

A cada dia que vivo, mais me convenço

Não necessita de música, mas toca ainda mais fundo...

A cada dia que vivo, mais me convenço

De que o desperdicio da vida está no amor que não damos
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que não arrisca,
e que, esquivando-se do sofrimento
perde também a felicidade!


Carlos Drummond Andrade

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

A vida tem de ser excitante... :-)


fotografia de Artur Ferrão - 1000imagens



terça-feira, janeiro 31, 2006

Que tal, vamos a banhos...

Relaxamento:
cinco gotas de óleos essenciais - três de alfazema e duas de ilangue-ilangue - adicionadas à água.

Aliviar dos músculos doridos:
três gotas de óleo essencial de manjerona e duas de camomila.

Refrescar e vitalizante:
três gotas de bergamota e duas de gerânio.

Síndrome pré-mestrual:
três gotas de rosa, três de jasmim e duas de salva-esclareia.

Alívio dos estados dolorosos:
Três gotas de rosa, três de gerânimo e duas de salva-esclareia.

CHEIRAR OU MASSAJAR:

Tosse:
óleos essenciais de ciprestes, eucalipto ou sândalo com compressas quentes, massagens ou inalação de vapor.

Debilidade geral:
banhos inalação simples ou massagem com funcho, melissa, petittgrain (extraído das folhas da laranja amarga) ou capim-limão.

Pés doridos:
lava-pés com uma gota de óleo essencial de hortelã-pimenta.

"Dos muitos existentes no mercado, o óleo de rosa é, provalmente, o mais famoso de todos, apreciado desde os tempos mais remotos, tanto a fragância, fortemente invocadora de sensações gerais de prazer e felicidade, como enquanto remédio importante para diversos males.
Várias espécies de rosas têm sido usadas para extrair o óleo, sendo de destacar a rosa centifólia, de que se extrai o absoluto de rosa, e a rosa damascena, donde provém a essência de rosa, o mais fino dos óleos de rosa. Refira-se, a este propósito, que são necessárias cerca de trinta rosas para obter uma gota de óleo, podendo chegar às cinco mil rosas para obter 5ml (1 colher de chá) de óleo essencial puro.
As caracteristicas de cada espécie floral são ligeiramente diferentes, mas as propriedades gerais de todas são antinflamatórias, sedativas e calmantes.
Não admira, pois, que o óleo de rosa possua larga fama, tanto como afrodisiaco como benéfico nos casos de ansiedade. Enfim, é um óleo que poderá ser usado no banho para uma experiência simultanemaente desanuviadora e sensual ou para aclamar a tensão muscular e nervosa quando adicionado a um óleo de massagem (como o óleo de amêndoas doces).
Contudo, há ainda um campo particularmente importante para o público feminino, que pode ter neste óleo um precioso aliado nos casos de síndrome pré-mestrual (SPM) e de dismenorreia, as "vulgares" dores mestruais. Como fazer? Experiemente juntar três gotas de rosa, três de jasmim e duas de salva-esclareia a um banho e sinta a tensão a diluir-se na água.Em opção, use esta mistura mum óleo de massagem, com ela friccionando suavemente o abdómen para um efeito relaxante e calmante".
Por Maria Ester Torres

BOA NOITE!

segunda-feira, janeiro 30, 2006



Nevou em Caldas da Rainha

Um domingo com um acordar diferente..."...está a nevar..." e eu "ah...nevar?..." " vai vêr...depressa..." " ...espera, ainda estou a dormir..." e num levantar sonolento chego à janela do meu quarto, e nesse instante acordo com um sorriso de orelha a orelha " ...não acredito, está a nevar...!!!!". Corro para a janela da sala e coloco a minha cabeça de fora para sentir, no meio do frio, a sensação e a beleza de ver nevar. A neve é suave! o dia tornou-se suave!
Que dia divertido! Andamos a divertir na neve, tiramos fotos, rimos imenso, e assim o domingo tornou-se um domingo bem diferente em Caldas da Rainha!

Que inesperado!

A vida é mesmo inesperada! Como pode haver alguém que numa depressão, pensa no suicidio?! Tudo muda num instante e não é só com as coisas más, também é com coisas boas! E por isso a vida é bela. Mesmo quando nós não acreditamos em nós nem nos noutros, temos sempre a alternativa de acreditar nas forças do universo, aquelas que nós e os outros não conseguem controlar, por isso elas até podem ser um dia a nosso favor! É só esperar com serenidade!
A vida muda num segundo! Acreditemos que mude sempre para melhor, e se às vezes possa ser para pior, é porque algum dia vai mudar para melhor, é só esperar - NUNCA DESISTIR!

E em homenagem à minha querida amiga Inês, que se fartou de tirar fotos, vou partilhar umas das fotos que tirou! és tão Querida!!!!

sexta-feira, janeiro 27, 2006


Uma foto da Foz do Arelho tirada pelo meu amigo Manekas, a terminar a minha dedicação ao Blog!
A seguir vou curtir a sexta-feira junto de bons amigos e amigas!

Eu não sei dizer

O silêncio deixa-me ileso, e que
importância tem? Se assim tu vês em
mim alguém melhor que alguém. Sei
que minto pois o que sinto não é
diferente de ti. Não cedo. Este
segredo é frágil e é meu. Eu não sei
tanto sobre tanta coisa que às vezes
tenho medo de dizer aquelas coisas
que fazem chorar.
Quem te disse coisas tristes não era
igual a mim.Sim, eu sei que choro,
mas eu posso querer diferente para
ti. eu não sei tanto sobre tanta
coisa que às vezes tenho medo de
dizer aquelas coisas que fazem chorar.
E não me perguntes nada.
Eu não sei dizer


Silence4

Que sentimento forte eu sinto hoje, pode mudar, mas quero aproveitá-lo enquanto o tenho

Hoje sinto-me muito leve, sinto-me a levitar!
Sabe tão bem, sentirmo-nos bem!

Não porque tenha tudo o que quero, mas porque sinto-me bem em mim!
Quando a saúde está bem, o corpo fica bem, a mente sorri, o que faz com que o corpo sorria também, e num grande sorriso entre a matéria e a alma, só me posso sentir FELIZ!
Sinto que tenho "controlo" sobre o meio ambiente onde passo e não é o meio ambiente que tem "controlo" sobre mim!

Só tenho de absorver este sentimento, para em outras alturas menos boas, recordá-lo, ir buscá-lo e colocá-lo por cima do sentimento mau que tiver a sentir!

Todos os dias são dias de renovar nossos sonhos, rever nossas conquistas e reflectir sobre os projectos que empreenderemos!

quinta-feira, janeiro 26, 2006

Acredito

Acredito
na raíz dos sonhos,
nos instantes mágicos,
...em finais felizes.

Estou a gostar da revista "Ed.Pessoas, Ideias e Negócios", por isso, e por estar a escrever num blog, passo a citar um artigo da mesma:

"...deixamos-lhe um cheirinho do melhor que se "bloga" no mundo. a "Deutsche Welle Internacional Weblog Awards 2005" deu uma ajuda e fez a selecção. Fomos espreitar!

http://www.masrespetoque-soytumadre.com

O juri do Deutsche Welle Internacional Weblog Awards 2005 anunciou os vencedores das 13 categorias do evento. Na categoria Melhor Weblog do mundo, o argentino Mais respeito que sou tua mãe ganhou a disputa entre os oito finalistas. Trata-se de um blog-novela, que convenceu o júri com muita criatividade e uma bem-sucedida mistura de ficção e comédia.

http://cyber.law.harvard.edu/globalvoices/

O Global voices Online ganhou o prémio de melhor blog jornalístico em inglês. E o lugar justifica-se: o blog consegue fornecer directamente, com autenticidade, originalidade de comentários, notícias, informação e cultura de todos os cantos do mundo, incluindo os habitualmente negligenciados.É uma porta de entrada para cada país e uma voz para quem se quizer fazer ouvir.

http://nominimo.ibest.com.br

Em português, quem levou o 1ºprémio foi o brasileiro NoMínio. O portal reúne colunistas (escritores, jornalistas, cineastas, etc.) de renome no país e agrega notícias com credibilidade, fornece links interessantes para outras fontes de informações, além de oferecer artigos e ensaios sobre a política nacional, comentários sobre lançamentos culturais, entrevistas e análises sobre a condição político-social brasileira. Trata-se de uma excelente revista on line com qualidade editorial, bom conteúdo e design simples e eficaz. Em Outubro de 2005, este portal colectivo - editado por Alfredo Ribeiro e Xico Vargas no bairro da Glória no Rio de Janeiro - teve mais 2 milhões de visitas.

http://www.desabafosangola-nos.blogspost.com

Desabafos Angolanos ficou em 7ºlugar na selecção lusa e vem a propósito do nosso artigo de capa.Muitos vezes um blog é uma janela para o mundo.Quem grita para fora dela, fá-lo com a esperança de que um dia alguém olhe para ver o que acontece do lado de dentro. É assim que funciona este bolg: aberto para contribuições alheias e, se preciso, até anónimas, ele reúne desabafos da população angolana para o mundo ler.

http://diariodeunjabali.com

O best of castelhano ficou a cargo do Jabalí Digital. Trata-se de uma lufada de ar fresco no jornalismo digital, com referências a novas tecnologias, literatura, fotografia e eventos realizados em Espanha."

terça-feira, janeiro 24, 2006

O dia de hoje

Criei ontem o bolg, e que engraçado, à medida que o dia corria, apetecia-me ir escrevendo todos os meus sentimentos que ia tendo. é sempre mais dificil retomá-lo, senti-los e escrevê-los depois da grande confusão que foi hoje. Mas antes de vir para casa, passei por uma loja e comprei roupa nos saldos.

Que Boa terapia!

E ainda por cima ao pagar, o casaco ainda estava mais barato do que a etiqueta dizia - a etiqueta em saldo dizia 20€ e a caixa registadora pediu 9,90€ por um casaco espectacular! Yes!

A seguir passei pela tabacaria e comprei uma revista que vai no nº3 - "Ed. Pessoas, Ideias e Negócios", também baratinha para o usual - 1,95€. Parece-me idêntica à revista "Ideias e Negócios" que tanto gostava e que acabou. Talvez seja a minha nova leitura, vou procurar saber se gosto, ou se não me satisfaz a necessidade deste tipo de leitura. Depois conto.

Pior foi a passagem pela farmácia, a compra não foi tao agradável, mas se Deus quizer, vai ser só um dia mau. O fim dos dias maus!!!

Acredito que tenhamos de passar por bocados menos bons para podermos saber viver melhor os momentos bons!

O dia de trabalho foi complicado, mas também...já passou, já estou na minha adorável casinha, no meu cantinho, e isso é o que interessa agora. Os sentimentos menos bons que senti e que me apetecia escrevê-los, já não interessa. Seria pior ir buscá-los para exprimir-los, e eu agora só os quero apagar da minha memória.

A minha mensagem de agora:

"Quando inspiro, acalmo o meu corpo.Quando expiro, sorriu" - 3 vezes. Para recobrarmos inteiramente as nossas forças, bastam três respirações feitas deste modo. Que tal experimentar...até logo!

Mas adianto que "apagar da minha memória" pode ser um tema a explorar.

Mensagem de Boa Noite!

"Não conhecer o próprio valor é ignorar-se a si mesmo"
Sócrates

segunda-feira, janeiro 23, 2006

Um novo começo...


Estou a iniciar a exposição da minha imaginação e abertura da alma!
Vou deixar fervilhar....

On Line!

On line a partir de hoje...