segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Equilibrio Emocional

Todas as modalidades, como o yoga, reiki, budismo, etc., tem um denominador comum - O Bem estar, o equilibrio do corpo e da mente. Cada grupo defende a sua filosofia, mas todas querem o mesmo objectivo.
Conhecer o nosso Eu interior, aquele que só nós próprios temos acesso, como um código secreto que só nós temos a chave e o que acontece é,quase sempre, perdemos essa chave de acesso, e por isso andamos perdidos. Muitas vezes procuramos outras chavesa, ou andamos atrás de quem nem sequer conhece a própria chave.
Andamos atrás de ideias, da opinião, quando essas pessoas nem sequer sabem o que dizem.
Porque elas também andam atrás de outras e outras.
É até podiamos construir uma rede imensa de todos atrás de todos, sem ninguém saber se se estar a tomar a direcção certa.
Porquê não se trabalha e interessarmo-nos pela Nossa Chave de Acesso. Aquela que nos vai dar ao maravilhoso mundo, um novo mundo, visto só da nossa maneira.
Podiamos tentar decifrar, com todo o empenho e curiosidade, da mesma forma que fazemos quando lemos um livro,, que nos tira o sono para chegarmos ao fim. As personagens tomam vida própria e há um mistério para desvendar. Encontrar o desfecho da história.
Encontramos as soluções dos problemas matemáticos, as palavras cruzadas, etc. - E que tal encontrar a Nossa Chave de Acesso - Conhecermo-nos, sormos capazes de brincar conosco próprios, rir de nós mesmos, divertirmo-nos, gostarmos da nossa própria presença, saber viver só, mesmo rodeado de pessoas - Nós somos o(a) nosso(a) melhor amigo(a). Falarmos com o nosso Eu , e questionarmo-nos o nosso pensamento e ideias, sem espaços de intervalo que nos sujeitem a limitações.
Por ex., num debate em televisão, onde as pessoas são expostas ao exterior, o que se vê, são pessoas que imitam gestos, comportamentos, linguagem, posições, de outros. Estes comportamentos tem decadas, como se fosse imposição, como se assim é que que se deve comportar. Veêm-se poucos comportamentos inovadores, que demostrem autenticidade, valores próprios - Eu própria de Chave de Acesso na mão.
Embora seja dificil, nesta sociedade, também é divertido. É preciso deixar de termos que ganhar a postura ideal aos olhos dos outros - SEJAMOS INOVADORES - temos de ganhar o nosso próprio espaço - A NOSSA ATITUDE. Para mim o futuro vai-nos levar a esta forma de estar. Quem assim for é que ganha carisma. Não é quando se ganha o carisma é que se pode ter atitudes naturais.
Vamos utilizar as palavras em voga de Inovação e Diferenciação em nós próprios. Não esquecendo que estamos num intervalo da consciência, que com esta atitude façamos mal aos outros. É preciso é semos nós próprios, elementos da natureza mãe, inseridos num universo. Ocupamos um espaço especial e nele somos um Ser importante, pelo menos para nós próprios. Depois de alcançar este estado, estamos tao bem, que o amor não passará pela necessidade mas pela Forma.
Mas é preciso não esquecer que a forma tem de ser compreendida pelo outro e temos sempre de saber, dar e agradar e viceversa - Vivermos primeiro para nós e olharmos para o outro com amor, amizade, compreensão, e garantir que o meu bem, vai dar o bem ao outro e ainda dar mais um pouco de nós ao outro , de acordo com a necessidade do outro.
Cada pessoa é um conjunto e quando se junta 2 conjuntos parcialmente, ficamos com uma parte de intersecção que unidos nessa parte, deixando uma parte isolada de cada um, e vivendo em harmonia , conseguimos gozar o que a vida tem de melhor para nos dar.